Minha casa, Minha cara

Para essa combinação funcionar, é preciso setorizar!

Micaela Góes

Por: Micaela Góes Fotos: Equipe Santa Ajuda

quarto e atelie em um unico ambienteNum episódio recente do Santa Ajuda, eu organizei o quarto de uma bagunceira de raiz, a Joana – ou Jow. Desde criança ela se acostumou a viver na bagunça, mas a rotina se complicou quando ela incorporou ao dormitório a função de ateliê de confecção de cangas.

Gente, que caos era aquilo! Roupas, cremes, bijuterias, tecidos, pompons, máquina de costura, sapatos, tesouras. Tudo se misturava na cama, na mesa, no armário e na cômoda. Depois de fazermos uma MEGATRIAGEM, destinando itens para doação e lixo, nós ainda separamos o que era de uso pessoal e o que diz respeito a trabalho.

E essa é uma dica que vale para qualquer pessoa que monte um negócio em casa:

Se você consegue reservar um cômodo para a sua empresa, só deixe ali equipamentos e materiais de trabalho. Mas se você precisa conciliar tudo em um único espaço, como a Jow, então trate de dividi-lo em setores.

Quais os truques para unir o quarto e ateliê em um ambiente?

Foi o que eu fiz ali. Para começar, troquei a cômoda por uma estante com bancada retrátil, a Estante Escrivaninha Moon. Transformando esse móvel em uma espécie de área administrativa. Ali a Jow pode usar o computador, o telefone, conferir pedidos, etc. Já as prateleiras e o nicho fechado inferior acomodam cestos com cangas prontas, retalhos, linhas e outros materiais.

Escrivaninha estante com cestos organizadores

Vizinho a esse canto, existe o setor de criação, com uma mesa exclusivamente para cortar e costurar, a Mesa de Jantar Puerto. Os tecidos moram ao lado, em um revisteiro gigante que eu mandei fazer. Caso você tenha gostado da ideia, mas não precise de uma peça tão grade, confira a Estante de Parede Legno, vendida pela Meu Móvel de Madeira. A máquina, quando não está em uso, vai para a prateleira Sabor Caseiro Grande. Que fica acima da TV, na companhia de cestinhos onde eu organizei os pompons e outras passamanarias que dão acabamento às cangas.

escrivaninha com TV colada a parede para evitar o acumulo de coisas no tampo

Você percebeu o meu truque para evitar que a Jow entulhe tudo novamente? Pendurei a TV logo acima da mesa! Se ela quiser assistir algum programa ou filme, antes precisará desocupar o tampo. E, se ela já terá esse trabalho, devolver as coisas aos lugares certos vai ser o de menos.

Armadilhas assim ajudam a manter a ordem. É a mesma lógica de trocar a escrivaninha enorme por uma menor. Ou de adotar prateleiras abertas e armários com portas de vidro. Para bagunceiros de raiz, que se acostumaram à desordem desde criancinhas, essa é uma dica e tanto.

Como a Jow se desfez de muitas coisas, o armário deu conta de acomodar quase todos os pertences pessoais dela. O que não coube ali – como livros, carregadores de celular e outros apetrechos – fica nos compartimentos abertos e fechados da Cama Bali. Que oferece criados-mudos excelentes para driblar a falta de espaço: bancadinhas retráteis com apenas 23,5cm de largura.

Quarto de casal com a bali

A Jow tinha uma cama enorme que ela adorava, mas entendeu que substituí-la por um modelo menor, no padrão casal, era imprescindível para deixar a circulação mais confortável na área de trabalho. Agora ela pode receber as clientes com todo a comodidade e sem passar vergonha!

Viu como dá para trabalho e moradia conviverem em um mesmo espaço? Agora é só aplicar o que você aprendeu aqui!

Beijos,
Mica ♥

Já conhece o blog da Micaela? Espie aqui!

Comentários não estão permitidos.