Minha casa, Minha cara

Esta casa projetada por um arquiteto da Polônia lança mão de superfícies espelhadas para mexer com os sentidos do observador

Cristiane Teixeira

Por: Cristiane Teixeira Fotos: Reform Architects |

Facha da casa de espelho

Quem vê de relance as imagens desta casa talvez não acredite nos próprios olhos. Ela parece flutuar sobre o solo? Definitivamente! Este efeito é resultado das paredes de metal reflexivo do pavimento térreo, que se fundem com o bosque ao redor em uma continuidade visual estarrecedora. Deixando o andar de cima, com opacas paredes brancas, suspenso entre as árvores.

detalhe da parede da casa de espelho


Ainda sem previsão de construção, está planejada para ocupar um terreno nas proximidades de Varsóvia, na Polônia. Esse projeto recebeu o nome de Izabelin House. E chama a atenção do mundo ao combinar duas ideias bastante comuns, mas de forma inovadora. A primeira delas foi levar para um cenário mais natural a fachada espelhada. Solução normalmente empregada no ambiente urbano, onde carros, pessoas e edifícios próximos desenham um emaranhado muitas vezes caótico nas faces envidraçadas de grandes prédios de escritórios. Aqui, de forma bem diferente, o que se duplica é o apaziguador verde.

facha da casa de espelho que causa ilusão de óptica no meio de um bosqueA segunda ideia do arquiteto Marcin Tomaszewski foi a cereja do bolo. Já que ao se valer do efeito multiplicador apenas na parte inferior da casa, o projeto provoca uma sensação inquietante, convidando o observador a olhar mais uma vez o que tem à frente.
parte lateral da casa com espelhoCabeça do escritório polonês Reform ArchitektTomaszewski é conhecido pelas criações que exploram a chamada “statuary architecture”, ou arquitetura escultórica. No caso desse polonês, traduzida em construções compostas de blocos geométricos regulares. O diferencial está no diálogo que seus projetos estabelecem ao buscar contrastes entre os materiais adotados em cada bloco. Paredes espelhadas ou envidraçadas x cimento; superfícies opacas pretas x brancas.

Na Izabelin House, ele maximiza as possibilidades de percepção do espaço com o uso inteligente de espelhos bem colocados. E o resultado é uma arquitetura que minimiza o impacto visual de sua presença na paisagem.  

Da arquitetura para a decoração

Inspirada pelo projeto, eu fui buscar no catálogo da Meu Móvel de Madeira produtos que incluem espelho. Mas não para por aí: eu queria usos alternativos desse material.

E a peça mais diferente que encontrei foi a Adega Lótus. Cujo topo leva uma discreta bandeja fixa com fundo espelhado. Organize lindas taças, copinhos e garrafas sobre ela e a imagem desses itens se multiplicará!

ADEGA LÓTUS - CARAMELO ADEGA LÓTUS - CARAMELO parte de cima com espelho

 

 

 

 

 

 

Mas se você quiser uma bandeja para servir bebidas, café e petiscos, tem como opção a Bandeja Espelhada Média Delicado, que ainda faz bonito organizando itens na bancada do banheiro.

BANDEJA ESPELHADA MÉDIA DELICADO - BRANCO

Também gostei muito da Penteadeira e Escrivaninha Suit Up, um móvel com dupla função, já que, ao girar o espelho, revela-se um painel de chapa metálica, perfeito para fixar recados. Que tal dispor organizadores dentro da gaveta para que maquiagem e itens de escritório compartilhem o mesmo espaço sem se misturar?

penteadeira suit up com o lado do espelho

penteadeira suit up com o lado dos recados

 

 

 

 

 

 

 

Por fim, um produto que já destaquei em outra seleçãoo Espelho Trígono. Você pode usá-lo também como cabideiro ou como prateleira, dependendo de como montar a peça, que acompanha os dois tipos de acessório.

ESPELHO COM CABIDEIRO TRÍGONO - NOZES com cabiderio ESPELHO COM CABIDEIRO TRÍGONO - NOZES com prateleira

 

 

 

 

 

 

Termino este post com uma pergunta: o que você gostaria de ver duplicado na sua casa?

Perdeu o post da semana passada? Clica aqui!

Boa semana,

Cris.

        

Comentários não estão permitidos.