Minha casa, Minha cara

No processo de recuperação, a construção centenária incluiu caixilhos metálicos, mas preservou o estilo e os materiais típicos do local, Ibiza

Cristiane Teixeira

Por: Cristiane Teixeira Fotos: On A Hazy Morning (Divulgação)

A paixão pela ilha no litoral espanhol surgiu anos atrás. E foi tamanha que o arquiteto holandês Jurjen van Hulzen, dono dos escritórios The Nieuw (arquitetura) e Ibiza Interiors (decoração), acabou trocando Amsterdã por Ibiza. Pouco depois disso, ele descobriu um estábulo antiquíssimo que deu origem a um showroom para seus múltiplos talentos.  

Ibiza Campo Loft and Finca - interior, architecture and lifestyl

Agora, três anos depois, Jurjen acaba de repetir a façanha. Desta vez, seu olhar perspicaz recaiu sobre uma construção de 100 anos que um dia foi oficina e depósito. Uma construção em estado precário, porém com potencial para ser uma casa contemporânea cheia de história e charme. Um ‘Campo Loft’ – como o arquiteto nomeou seu pedacinho de paraíso –, onde o rústico e o industrial contracenam. Ou seja, “basicamente, um espaço industrial aberto no campo”.

Materiais tradicionais e tecnologias sustentáveis se unem

Com colunas de concreto, vigas de aço e uma cobertura sustentada por troncos de sabina, uma espécie nativa, a quase ruína revelava seu caráter típico de Ibiza. “A estrutura tradicional foi preservada”, conta Jurjen, que só pôde aproveitar as paredes e parte do telhado.

f8_the_ibiza_campo_loft_by_ibiza_interiors_and_the_nieuw_yatzer (2)

Para completar o projeto da casa de campo para hóspedes, o arquiteto e proprietário se valeu de materiais básicos e locais. Assim tomaram lugar na obra o novo vigamento de sabina, o reboco de cal e os pisos de concreto e lajota de barro. O aço, por sua vez, ora emoldura os vidros das janelas, ora compõe o mobiliário da cozinha.

Já que a construção não dispunha nem de eletricidade nem de água e esgoto, Jurjen decidiu fazê-la autossustentável. Resultado: a água é de poço, enquanto placas solares e fotovoltaicas aquecem a água e o piso, além de fornecerem energia.

A planta é bem pensada e funcional

p3_the_ibiza_campo_loft_by_ibiza_interiors_and_the_nieuw_yatzer

O maior ambiente da casa – um estar integrado à cozinha – abre-se para o terraço e a vista do vale. A sala de jantar, por outro lado, fica entre os dois quartos, na fachada que recebe menos sol e calor. Janelas, nessa face, só as dos quartos. Tanto que a única janela do banheiro dá para a sala e foi feita por dois motivos.

A contemporary design finca in the north of Ibiza.

O primeiro foi uma questão de segurança: como o morador queria uma lareira no ambiente, era preciso ter uma saída de ar. O segundo fica na conta do deleite: quem está na banheira pode desfrutar da paisagem externa.

Ibiza Campo Loft and Finca - interior, architecture and lifestyl

Parte da cobertura da casa Jurjen ocupou com uma área para praticar ioga. É um espaço privilegiado, envolvido pelos aromas das árvores frutíferas e da horta. Mas a piscina não fica atrás: ao ar livre, é cercada por um encantador deck de seixos.

Da arquitetura para a decoração

Se o Campo Loft é uma mistura dos estilos rústicos e industrial, esta seleção segue a mesma proposta. E não é que tudo combina?!

Deixe seu comentário ;)