Minha casa, Minha cara

Cultivar algumas hortaliças em casa está virando moda – uma ótima moda!

Cristiane Teixeira

Por: Cristiane Teixeira Fotos: Apartamento 203 | 52.Home | Gustavo Xavier

No espaço restrito dos apartamentos, a varanda assumiu as responsabilidades de quintal, com churrasqueira, mesa, cadeiras e plantas ornamentais. E, entre todos esses elementos, os vasinhos de tempero aparecem pedindo seu lugar ao sol. Literalmente. E já que estamos falando sobre temperos, espia aqui um post onde o Chef Dudu Crema ensina a combinar os temperos pra sabores gostosos!

Inspiração 1: Prateleiras e cordas

 

“É uma delícia comer o que você cultivou. Mas não dá para ter a ilusão de que as ervas vão vingar sozinhas: é preciso cuidar o tempo todo. Como eu acordo muito cedo, todos os dias rego os vasinhos e transfiro para a área mais ensolarada da varanda aqueles que precisam de sol direto. Eles ficam lá das 6h às 8h da manhã e então retornam para o lugar”, diz Nathália Candelária, do Apartamento 203, marca que é conta de Instagram e site. Criado com o marido, Henrique Diamantino, o perfil nasceu para narrar a reforma do apartamento do casal e é inspiração para quem ama tudo o que diz respeito à casa.

 

Entre os assuntos que mais atraem os seguidores do Apartamento 203, está a horta do casal, em foto que abre este post. O conjunto formado por quatro prateleiras e corda de sisal ocupou um canto morto da varanda e ainda fez ótimo uso de uma chapa de pinus que estava sobrando: “Ela era o tampo de uma mesa que montamos no aniversário do nosso filho, o Pedro. Como nós estamos sempre reaproveitando as coisas, decidimos transformar a chapa em prateleiras”, conta a moça.

Instalada na parede, a horta recebeu os temperos que a família mais gosta de usar na cozinha: manjericão, alecrim, sálvia (essas três são as que tomam banho de sol cedinho), hortelã, tomilho e cebolinha, todos acondicionados em charmosas latinhas – aproveite, e veja aqui como reaproveitar materiais para a sua horta!

Gostou da ideia? Então, vem espiar e aprender o passo a passo das prateleiras e da amarração com corda.

Inspiração 2: Caixotinhos independentes

De uma vitrine feita por Priscila Kolberg vieram as armações de ferro que hoje chamam a atenção no apartamento da vitrinista e do gerente comercial Vitor Spaolanse, do perfil de Instagram @52.Home. “Eu tinha o sonho de ter uma varanda e fazer nela uma horta usando essas estruturas”, conta a moça, que é também designer de interiores.

Mas não foi fácil. Quer dizer, fixar as armações na parede bem ao lado da churrasqueira foi simples – bastaram dois parafusos por peça –, assim como mandar produzir os caixotes de madeira de palete que funcionam como cachepôs. “Difícil é não matar as ervinhas”, diz Priscila, com bom humor.

“A gente vai aprendendo aos poucos, entendendo que espécies gostam de mais água, quais gostam menos, quando tem que adubar…”, continua a moça. “No verão, todas dão mais certo, porque em Curitiba não tem muito sol nos outros meses.”

Desde que iniciou a horta, há dois anos, Priscila precisou trocar as mudas algumas vezes. Mas também já aprendeu, por exemplo, que o alecrim e o tomilho pedem regas menos volumosas e que o orégano e o manjericão dão menos trabalho. E, o mais importante, ela não desiste! E você pode aprender aqui, sugestões de que e como plantar na sua hortinha vertical. 

Inspiração 3: Dimensões mínimas

Quem disse que hortinha em vaso é exclusividade de quem tem varanda? Neste apartamento em Belo Horizonte, bastou o peitoril externo para as arquitetas Natália Botelho e Paola Corteletti, do escritório Botti Arquitetura, fazerem uma mini-horta na janela da cozinha.

“A gente tinha um espaço de uns 25cm ali e como ele ganhou uma proteção instalada pela construtora do prédio, dava certinho para colocar uns dois ou três vasos e não interferir na fachada”, conta Natália. Até tomatinhos do tipo cereja já nasceram na jardineira exígua, mas as espécies mais frequentes são manjericão e tomilho.

E aí? Curtiu as ideias? Então monte a sua horta e mande uma foto pra gente!

1 comentário