Minha casa, Minha cara

Nem princesa, nem príncipe, nem tudo rosa, nem tudo azul. Estes dois projetos apostam em uma estética contemporânea

dois quartos de bebe com decoração para menino e meninaNum tempo em que há espaço para todos os gostos, há mães e pais que fogem dos temas e cores tradicionais. O resultado? Quartos de bebê mais arrojados no visual e, ao mesmo tempo, bastante práticos.

Certamente você já reparou que o cinza tomou o lugar do bege na decoração da casa. A cor impera nos incontáveis porcelanatos que simulam o cimento queimado ao vestir pisos. Está nas paredes, nos sofás, nas bancadas e em acessórios. Os quartos de bebê é que não iriam ficar de fora dessa, não é mesmo?

Inspiração 1: quarto de bebê em tons coloridos e animados

“O bege é muito clássico, enquanto o cinza compõe uma base neutra mais contemporânea e versátil”, afirma a designer de interiores Allison Cerqueira, do Rio de Janeiro. “Com o cinza, dá para a gente variar bastante na decoração”, completa.

quarto infantil com berço estilo carroça

Allison e Renata Fragelli, do escritório AR Design de Interiores,  assinam este projeto apresentado na revista digital NaToca,  referência em ideias para ambientes infantis. Como conta desse texto publicado no site, o dono do quarto, Bento, nasceu cercado de estilo. Filho de pais que atuam no segmento da moda, o bebê é dono de um espaço de 10m² em que tudo foi feito especialmente para ele. Até as estampas dos tecidos e do papel de parede chevron! 

menino bernardo em sua cama

“No início a mãe pediu tudo cinza e branco, mas depois nós introduzimos um pouquinho de amarelo e azul”, conta Allison. A peça principal tem a base azul: o berço com jeitão de carroça. Por causa das dimensões avantajadas e fora de padrão do modelo, as designers precisaram mudar o layout do quarto a fim de acomodar melhor o próprio berço, a poltrona e a cama.

quaro de bebe

Somente o trocador não permitia alterações, porque configura um nicho entre as portas do armário. “O trocador e um gaveteiro entraram no lugar da escrivaninha da filha mais velha, que ganhou um quarto novo após a chegada do irmãozinho”, explica Allison.

Inspiração 2: quarto de bebê compartilhado entre irmãos

parede do trocador de quarto de bebe

Já a arquiteta Juliana Zanetti, de São Paulo, precisou acomodar um garotinho de 3 anos e a bebê recém-nascida no mesmo espaço de 3,30 x 2,65m, mostrado aqui em maquetes eletrônicas.quarto infantil divido entre irmaos

“Exceto pelo berço, que eles já tinham, tudo foi projetado sob medida para caber na área reduzida”, afirma Juliana. Ela desenhou uma cama diferente para o irmão mais velho. Um tablado (1,60 x 0,90m) coberto por um futon um pouco menor (1,50 x 0,80m), vestido com uma capa de sarja. “A mãe queria que, afastado o futon, o tablado fosse um espaço de brincar para o filho. Ele adorou, diz que é um palco!”, conta a arquiteta.

Quarto de bebê e criança divididos

Sob a cama, três gavetões guardam lençóis, mantas e toalhas, pois o armário é pequeno. Com 60cm de profundidade e portas de correr, ele tem um nicho que atua como trocador. Quando a bebê crescer, é só tirar o acolchoado e pendurar cabides no varão. Uma estante de parede parcialmente fechada completa a área de armazenagem e exibe os bichinhos mais bonitos.

planta de um quarto infantil dividido entre irmãos

Juliana ainda conseguiu encaixar uma cadeira de balanço Eames, bem compacta, onde a mãe amamenta. E uma mesinha que é apoio e também atende o garotinho quando ele quer desenhar, sentado no banquinho que fica sob o vão, ao lado de um pufe.

armario com trocador adaptável para bebe

Mas não era só a funcionalidade que preocupava a mãe do casalzinho: “Ela não é nada tradicional, então não queria um quarto que fosse metade azul, metade rosa, nem que tivesse muita cara de nenezinho”, lembra a arquiteta.

Depois de estudarem inúmeras referências, elas chegaram à combinação de branco, cinza, madeira, rosa e menta, com umas pitadas de amarelo. Se existe um tema, é a geometria, representada principalmente pelo adesivo que reveste a superfície principal. “Nós não encontramos nenhum papel de parede com uma estampa assim, então eu mandei imprimir em adesivo”, conta Juliana.

E aí? Gostou dessas ideias mais alternativas? Então inspire-se também nas camas infantis da Meu Móvel de Madeira.  Como a Cama Abraço de Urso, que acompanha o crescimento do seu filho desde a maternidade até a adolescência. A Cama Era uma Vez, que se transforma e pode ser usada tanto como cama montessori quanto cama aérea. Se inspire nos cantinhos que nossos clientes montaram, faça um quarto de bebê incrível e manda pra gente ver também!


Perdeu o último post da série? Confira aqui!

Beijão!

 

Comentários não estão permitidos.