Minha casa, Minha cara

Para quartos de menina bem femininos: rosa!

Cristiane Teixeira

Por: Cristiane Teixeira Fotos: Júlia Ribeiro (projeto de Elen Saravalli) e Luiz Machado Neto (projeto de Cristiane Dilly)

Para quem está montando o quarto dos filhos, inspiração nunca é demais. Eu já falei um pouquinho sobre o quarto de bebês, mas as crianças crescem e é fundamental que o quarto e a sua decoração acompanhem o crescimento. Por isso, hoje separei ideias para quem pensa em montar um quarto de menina bem feminino. A palavra chave aqui é: rosa! A cor arrasa em matizes diferentes que reinam nos dois projetos que você conhece a seguir.

Inspiração 1: Quarto de menina por Elen Saravalli

quarto de menina rosa

Entre o vermelho e o rosa, o tom de melancia colore o ambiente de 6,70 m², salpicado por adesivos dourados. A escolha foi da jovem proprietária, uma menina de 7 anos que sabe bem o que quer! O projeto foi encomendado à arquiteta Elen Saravallide São Paulo.

Elen aproveitou a parede menor, de 2,40 m, para dispor o armário de um lado da janela e a bicama do outro. Entre eles, um pequeno criado-mudo.

Aos pés da bicama, na parede de 2,80 m, sobrou espaço para um cantinho versátil, que é ao mesmo tempo da beleza e do estudo. Esse espaço é formado por uma mesa infantil e um espelho cheio de lâmpadas imitando a tendência camarim. E por falar em camarim, você já conhece a Penteadeira Camarim Minimal, da MMM? Uma régua de madeira fixada na parede serve de apoio para porta-trecos encaixáveis.

prateleira com nichos altos e caixas organizadoras rosa

Ter onde guardar não é problema. Apesar de pequeno, o quarto é cheio de espaços de armazenamento. A cama inclui três gavetas rasas pensadas para os brinquedos. Outros ocupam as caixas coloridas no módulo acima da penteadeira. “Elas ficam no alto por pura falta de espaço embaixo. Mas como cada caixa leva um tipo de brinquedo, é só a menina dizer qual delas quer e o adulto pega”, explica Elen. “Ter uma prateleira alta ainda é útil para guardar brinquedos e jogos que exigem a supervisão de um adulto.”

Miniaturas também têm seu lugar. Ficam nas caixinhas feitas para a casinha de madeira: o item organiza e oferece diversão.  

espaço com prateleira baixa em formato de canaleta e tv no quarto de menina

Se engana quem pensa que o espaço de armazenamento acaba por aí. Na lateral do guarda-roupa com portas de correr, a arquiteta instalou um módulo mais estreito. Com 50 cm de largura e de profundidade, espelhado na lateral e na frente. Dividido por prateleiras, esse armário guarda mais brinquedos, livros e mochilas.

vista do modulo espelhado no quarto de menina

Inspiração 2: Suíte de menina por Cristiane Dilly

Ao mudar-se para este apartamento em Passo Fundo, RS, a mãe resolveu converter em suíte o quarto da filha única, de 4 anos. “Eu incorporei o banheiro social ao dormitório abrindo uma passagem entre eles”, conta a arquiteta Cristiane Dilly, autora do projeto.

banheiro do quarto de menina infantil

Na falta de espaço para uma porta com abertura tradicional, a opção foi por um modelo de correr. Isso pediu a instalação de um painel de MDF, pois é entre ele e a parede que a porta desliza ao ser aberta.

E é claro que painel virou parte da decoração: ganhou dois nichos para bonecas, além de puxadores de porcelana onde a menina pendura suas bolsinhas. Os nichos repetem o MDF no tom milk-shake  – o mesmo da cabeceira, que embute uma canaleta iluminada por fita de led. Nesse vão, enfileiram-se os livrinhos da pequena moradora.

suite quarto de menina com nichos de mdf rosa embutidos na parede

E aí vem uma solução incomum para quartos infantis: a cama é de casal. A ideia soa perfeita para quem pensa num mobiliário de longo prazo, porém a razão, aqui, foi bem diferente: muitas vezes mãe e filha caem no sono juntas após a leitura de uma historinha à noite. Então, por que não dar mais conforto a ambas?

quarto de menina em forma de suite com cabeceira em mdf rosa embutida

Os pés originais da cama foram substituídos por outros menores, para que a cama ficasse o mais baixa possível, adequada à altura da criança. Para deixar o visual mais lúdico, a arquiteta apostou na luminária em formato de nuvem e no adesivo vinílico, que trouxe um colorido agradável à superfície acima da cama. Como o quarto é largo, o restante da parede de 4,45 m foi ocupado por um armário em L, que se estende pela parede vizinha, de 2,65 m.

suite de menina com armarios embutidos brancos e porta de correr

E aí, deu pra inspirar?! Tomara que você tenha gostado das ideias!

Ah, e não esquece de deixar aqui, nos comentários, o que você quer ver nos próximos posts!

 

1 comentário