Minha casa, Minha cara

Esta antiga propriedade rural em Portugal foi transformada em resort e acabou levando um prêmio de hotelaria

Cristiane Teixeira

Por: Cristiane Teixeira Fotos: São Lourenço do Barrocal | MMM

resort em portugalNo nosso último post da série Da Arquitetura para a Decoração, eu apresentei a vocês a Casa Silva, uma casa que totalmente reformada e ficou irreconhecível. Na contramão, hoje eu apresento para vocês uma construção que preservou quase que totalmente, seus aspectos mais antigos!

A idade avançada não tirou da fazenda nem a beleza, nem o potencial de trilhar uma história nova. Há 200 anos na mesma família, esta propriedade no Alentejo –  região do centro-sul de Portugal – encontrou no empenho de um herdeiro da 8ª geração sua vocação como hotel de luxo e spa. Conheça o São Lourenço do Barrocal, inaugurado no primeiro semestre de 2016.

parte de fora do resort em portugal

Barrocal, como explica José António Uva, dono e administrador da propriedade, é um afloramento de pedras, em geral avizinhado de oliveiras e azinheiras. E são muitos os barrocais no enorme terreno.

barrocal portugues

As sete construções sobreviventes – casa principal, pavilhões agrícolas, curral, chiqueiro, armazém e área de produção – integravam uma aldeia. Esta, com direito a rua e praça, além de casas para as cerca de 50 famílias de empregados. E assim foram preservadas e renovadas pelo arquiteto português Eduardo Souto de Moura. Dessa forma, Edu e seu projeto, arrebataram, em 2011, o Pritzker Prize, mais importante prêmio mundial de arquitetura.

vista do jardim do resort em portugal

Agora, sob a administração do hotel, há 22 quartos, duas suítes e 16 chalés. Além de restaurante, adega, bar, spa, capela, estábulo, horta, arena de touros e loja. Parte desses projetos leva a assinatura de outras feras, como o arquiteto britânico John Pawson e o arquiteto paisagista português João Gomes da Silva.

terraço do resort em portgual

Surpreendido pelo razoável estado de conservação da propriedade, Souto de Moura remodelou as instalações a fim de adequá-las a sua nova finalidade. Fez isso atento ao valor histórico do material que tinha em mãos. “A única maneira de preservar o patrimônio é viver com ele e usá-lo, mesmo que seja danificado em alguns pontos”, afirma o arquiteto em um vídeo disponível no website do hotel. “Apenas a vida cotidiana transforma o patrimônio em algo natural e lhe dá estatuto de herança.”

quarto de casal do resort português

Dos materiais empregados na reconstrução, vários repetem os originais, apesar de toda a dificuldade para obtê-los. Foi o caso das 300 mil telhas de barro, de um tipo que já não se produz mais e que se conseguiu percorrendo o Alentejo ao longo de três anos. O reboco é de areia (e não de cimento, mais atual), o tijolo é maciço (e não furado) e as pedras da calçada são irregulares (e não partidas). E o acabamento das construções, claro, é branco como o das casas coloniais que os portugueses ergueram no Brasil séculos atrás.

entrada do resort português

sala de jantar do resort portguês

Da arquitetura para a decoração

Depois de 40 dias em Portugal no ano passado, meu amor pelo país, por sua simplicidade e pela generosidade de sua gente só cresceu. Assim como o apreço por sua arquitetura singela, em geral voltada ao bem-estar e pouco preocupada com uma aparência espetaculosa.

E assim são também os interiores. O luxo está no espaço, no conforto de um mobiliário despretensioso e que conversa com nossa memória afetiva.

Foi nas minhas lembranças mais queridas de Portugal e na história do resort São Lourenço do Barrocal que eu encontrei inspiração para a seleção de peças a seguir.

Inicio pela Poltrona Soldi, um modelo que já destaquei aqui, mas não na versão com almofadas brancas, uma novidade para mim.

poltrona soldi

Acho que ela faria bela combinação com a Cristaleira Charme, guardando aquelas lindas louças portuguesas pinceladas de branco e azul. E também garrafas de vinho e taças, claro!

cristaleira charme

Penso em cozinhas e vejo o Armário Aéreo Sabor Caseiro, com prateleira aberta para potinhos de tempero e ganchos para pendurar utensílios.

armario sabor caseiro

E se, em vez de azulejos de verdade, houver um painel de Tecido Adesivo, no formato 20 x 20 cm? O modelo da foto, batizado como Portugal, é feito de poliéster impermeável e pode ser aplicado sobre vidro, madeira ou acrílico.

tecido adesivo portugal

No quarto, iria bem a Cômoda Murano, com três gavetas espaçosas.

comoda murano

Ah, que saudade me bateu de Portugal e de tempos que não vivi!

Beijo

Post atualizado em: 30/01/2018 às 11:02

Comentários não estão permitidos.