Minha casa, Minha cara

Nem a madeira rústica e escurecida oculta as feições minimalistas desta casa no Chile .

Cristiane Teixeira

Por: Cristiane Teixeira Fotos: Nicolas Saieh/Pablo Dikenstein/MMM

casa no chile reformadaSe você estiver lendo este post no dia de sua publicação, 21 de novembro, saiba que estou a caminho do Chile para umas curtas férias. Enquanto planejava a viagem em meio a vários compromissos de trabalho, me deparei com esta casa em um site especializado em arquitetura e logo gostei dela.

E não é que ao ler o texto me dei conta de que ela fica justamente no país que estou prestes a conhecer? Ok, recado recebido! Conto aqui a história desta reforma.

É sempre bacana descobrir e entender as soluções que arquitetos e moradores elegem ao reformular algo que estava pronto. Às vezes a transformação é tão radical que é impossível visualizar no projeto novo os contornos antigos.

parte de fora do jardim da casa no chile construída em madeira

Não encontrei imagens que mostrassem o passado desta casa recentemente renovada pelo arquiteto Pablo Dikenstein, em Santiago, capital chilena. Ao saber, porém, que antes ela era térrea, já fiquei surpresa e curiosa. E mais ainda quando observei a planta original e reparei na clássica divisão entre vários ambientes. O espanto cresceu ao ler que a construção era toda de alvenaria e concreto e que a madeira entrou na receita da obra como meio de proteger a fachada e tornar o endereço mais seguro.

parte externa da casa circulada por madeira

Mas, ao mesmo tempo que os moradores tinham essa preocupação com a segurança, também faziam questão de espaços claros e acolhedores.

E aí? Como resolver esse aparente impasse?

O trunfo da reforma foi criar no térreo um grande espaço com várias utilidades. No centro de tudo, um ambiente que reúne cozinha e salas de estar e jantar, traz a sensação de amplidão. Com muita luz natural entrando através do painel envidraçado que dá para o jardim e das aberturas no andar superior.  

mezanino casa chilena

Os dois quartos construídos em cima ocupam as pontas do novo bloco retangular, ligados por uma passagem semelhante a um mezanino, debruçado sobre o núcleo central. A iluminação natural é farta devido aos intervalos entre as barras de madeira que revestem externamente quase todas as paredes envidraçadas superiores.

vista de dentro pra fora com parte da janela que pega sol

Com tanta luz disponível, a casa de 120 m² conjuga características que muitas vezes não são vistas juntas. É nitidamente contemporânea, com suas linhas retas e superfícies de vidro, mas também rústica e aconchegante. Tudo, graças à presença marcante do pinus. Como afirma Pablo Dikenstein, os proprietários alcançaram o que desejavam: “Sentir-se fora da cidade”, mesmo vivendo na capital do país.

banheiro todo em madeira de casa no chile

Da arquitetura para a decoração

A vontade que os moradores chilenos tinham de se sentir longe da cidade levou minha imaginação para campos, montanhas e florestas. Inspirada nisso, selecionei móveis da Meu Móvel de Madeira que me lembram casas de sítio e cabanas. Optei pelo acabamento em madeira rústica e mais escura, bem à moda das fachadas desta casa.

Nada como um mesão cheio de gente à volta! A minha escolha é pela Mesa de Jantar Flor do Campo, produzida em pinus e com tom de pinhão. Ela tem até uma gaveta para guardanapos, apoios de panela e talheres!

Arquitetura contemporânea, Arquitetura rústica, Casa de madeira, Reforma, Pablo Dikenstein, Chile, Meu Móvel de Madeira

Por ir bem tanto em áreas internas quanto externas, me decidi pelo Banco Presto, com três lugares. O modelo com design moderno, feito de eucalipto, tem acabamento jatobá.

banco presto

Eu sempre associei sítios com aqueles enormes baús antigos e pesados, cheios de relíquias. Então, dá-lhe o belo Baú Xirú nesta seleção!

baú xiru

Para quem vive na cidade, campo com rima com descanso. Daí a ideia de juntar uma espreguiçadeira aos móveis anteriores. A Espreguiçadeira 203 Essência ganhou meu coração quando vi que inclui uma prática bandeja lateral. Ah, quem resiste a tamanho conforto?

Espreguiçadeira 203 Essência

Gostou? Também se deixou inspirar pelo Chile? Me conta!

Aproveita e vem dar uma espiada no último post da série

Comentários não estão permitidos.