Minha casa, Minha cara

Hoje quem dá as dicas para um bolo mais delicioso é a Gabi, do tiMMMe!

Eu gosto muito de fazer bolos – além de achar um hobby relaxante, também amo testar receitas novas! E, por isso, vou dar algumas dicas para vocês, que podem ser usadas em quase todas as receitas de bolo e vão te fazer parecer um confeiteiro profissional (ou não, mas a gente aprende tentando)!

Sou a Gabi, a atendente bilíngue do tiMMMe: ajudo na parte internacional da Meu Móvel de Madeira, a Memomad, nossa loja na Europa. Sou apaixonada por livros, cozinha e matemática… Escolher uma área preferida nunca foi meu forte! Se eu tivesse um super poder, ia querer voar para conhecer lugares novos todos os dias.
A Gabi também tem um blog, e você pode ler um pouquinho das aventuras dela aqui!

1. Claras em neve por último

Bater as claras em neve e misturá-las por último, com delicadeza. Normalmente, só algumas receitas trazem essa observação, mas você pode usar isso em 90% dos bolos! As claras em neve fazem o bolo ficar mais fofinho e um pouco mais alto. Os únicos cuidados que você deve ter ao misturar as claras em neve com a massa é não misturar demais ou muito rápido, para que elas não percam o aspecto de “espuma” e também não misturar de menos, para que seu bolo não tenha partes com clara e partes sem clara.

2. Peneire o trigo e o fermento

Peneirar o trigo e o fermento. Pessoalmente, eu subestimava essa parte das receitas: sempre achei que ficar peneirando tudo era um trabalho e um tempo que eu gastaria a mais para cozinhar. Entretanto, acabei descobrindo que a massa fica mais fofa e leve quando peneiramos trigo, fermento e sal, porque isso impede a criação de bolinhas e faz com que os ingredientes secos se misturem muito melhor aos líquidos! Observação: eu ainda não faço isso em todos os meus bolos, mas realmente ajuda se você está com tempo para cozinhar.

3. Diminua o óleo e o açúcar

Acontece direto com você de o bolo estar lindo, e, depois de assado, “cair”, ou nem crescer? Diminua o óleo! Ele deixa a massa pesada, e muitas vezes as receitas pedem quantidades exageradas de gordura – haja fermento para deixar o bolo alto de novo! Se você precisa deixar a massa mais líquida, tente colocar um pouco de leite ou substituir ½ xícara de óleo por 1 ovo. A mesma coisa se aplica ao açúcar: bolos com frutas ou caldas mais azedas merecem uma massa doce para compensar; enquanto bolos com chocolate ou brigadeiro não precisam de tanto! O objetivo do açúcar é, claro, adoçar, mas não tirar o gosto do chocolate! Por exemplo: para um bolo de chocolate com brigadeiro (cobertura), colocar 2 xícaras de trigo para 2 de açúcar é muito! Aviso: não estou dizendo para tirar o açúcar e o óleo das receitas, eles são importantes.

4. Transforme os erros em acertos

Deu errado? Transforme em bolo desconstruído. A visita avisou um dia antes que viria à sua casa, você decidiu fazer bolo e ele quebrou! Em vez de se desesperar porque ficou feio, quebre mais! Faça um bolo desconstruído em uma travessa ou tacinhas e complete com uma cobertura (é moda nas redes sociais, gente!). Às vezes, a gente precisa transformar os erros inesperados em acertos propositais…

5. Brigadeiro lisinho

O bolo fica lindo, e você decide completar com brigadeiro: o querido doce brasileiro decide fazer bolinhas. Calma! Para deixar ele mais liso e bonito, ao desligar o fogo, misture com um pouco de creme de leite e mexa bem rápido com um fuet. Se você tiver um mixer, também é uma ótima pedida: vá desmanchando as bolinhas com ele, enquanto o brigadeiro ainda está na panela mesmo!

6. Paciência

Paciência é essencial. Por fim, nunca se desespere: cozinhar é uma eterna série de erros e acertos, e encará-los com tranquilidade e bom humor são reais características de um grande chef de cozinha!

Se nós queremos mais posts da Gabi aqui? Queremos siMMM! E se você quer conhecer as receitas do tiMMMe que já foram publicadas, é só clicar aqui!

Comentários não estão permitidos.