Minha casa, Minha cara

Década de 50

A década de 50 foi uma época muito rica no quesito decoração. Com o consumo bastante estimulado pela época de depressão do pós-guerra, milhares de pessoas se interessavam pela compra de produtos variados, entre eles, móveis e acessórios decorativos. Quem viveu os anos 50 também presenciou a chegada da TV, produto visadíssimo por todas as famílias da época, que rearrumaram toda a disposição dos móveis da casa para dar preferência a mais nova ambição. Muito mais que um simples eletrônico, a televisão era vista como um verdadeiro acessório decorativo:

Com a corrida espacial desencadeada pela Guerra Fria, automóveis e peças sofriam influências da modernidade e futurismo. Também foi a era dos móveis de pés palitos charmosíssimos, com linhas retilíneas e dos famosos Móveis Z, de Zanine Caldas, com cadeiras e mesas de pernas longilíneas e desenhos irreverentes.

As plantas, na década de 50, começam a invadir a casa em grandes vasos e jardineiras – a época da samambaia, que dura até hoje em alguns lares. Os tecidos surgiam com estampas coloridas e diferentes, inspiradas muitas vezes em átomos e modernidades.

As peças de Murano feitas de vidro colorido decoram as salas e mesas dos brasileiros, com formas e texturas inusitadas. Peças de junco, vime e ferro e paredes revestidas com pedras se tornam tendências. Algo que podemos ver até hoje:

(Imagens de arquivo: Casa.abril)

E você, o que lembra dessa época? Você chegou a herdar alguma peça dos seus pais? Conta para a gente aqui nos comentários!

5 Comentários

  1. Sim lembro, mas não gosto dos pés de pálito. Qto as samambaias adorei que elas tenham voltado ao cenário. Guardo um espelho que minha tia decorava o living da casa onde morava em 1956 e pasmem,está perfeito! Abraços

  2. Pingback: Série criada pela Bronx fala da decoração nas décadas passadas | Bronx Bridge