Minha casa, Minha cara

Ou melhor, partes da fachada giram 90 graus na Sharifi-ha House, um projeto desenvolvido no Irã

Cristiane Teixeira

Por: Cristiane Teixeira Fotos: Parham Taghioff, Salar Motahari e Majid Jahangiri

Em seis imagens, todas as versões que a fachada da Sharifi-ha House pode assumir. Next Office

Sete andares, 1400 m², US$ 9 milhões gastos no projeto e na construção da Sharifi-ha House. Os números que contam esta história impressionam tanto quanto o design da casa implantada em um bairro luxuoso da capital iraniana, Teerã. E o que mais chama a atenção são os três blocos rotatórios de madeira que ao toque de um botão se movimentam e transformam a fachada.

Quando abertos, esses blocos mostram sua face envidraçada para a rua e, ao mesmo tempo, deixam espaço, em cada um dos três andares em questão, para um terraço com guarda-corpo de vidro. O mecanismo que permite mover os blocos é igual aos mecanismos usados para girar cenários teatrais e plataformas em exposições de carros. 

Em seis imagens, a Sharifi-ha House vista por dentro à medida que o bloco móvel vai da posição fechada à abertura máxima

As linhas retas e os materiais empregados – concreto, madeira e aço – apontam para o estilo arquitetônico contemporâneo do Next Office, escritório baseado em Teerã. Mas o arquiteto que liderou a criação, Alireza Taghaboni, não esconde a inspiração na cultura local e no jeito de morar da porção central de seu país.

Cozinha junto ao terraço de cobertura da Sharifi-ha House

Em uma entrevista à rede americana de televisão CNN, Taghaboni fala sobre a introversão natural dos iranianos e sobre acertar na medida da extroversão. Esta casa reflete essa dualidade e, ao mesmo tempo, se adapta à grande variação de temperatura típica do lugar.

Vista da rua, a Sharifi-ha House revela a árvore entre o muro e a construção

Durante o verão, a Sharifi-ha House se torna um volume aberto, transparente e perfurado com grandes terraços. Por outro lado, durante o rigoroso inverno de Teerã, o volume se fecha, tornando-se um bloco de aberturas mínimas. Nesse projeto, os desafios associados a uma tipologia introvertida/extrovertida levaram a uma transformação espacial emocionante de um edifício residencial sempre em mudança”, diz o arquiteto. Quarto de hóspedes, escritório e sala de jantar podem ser reconfigurados conforme a necessidade.

Vista interna da Sharifi-ha House mostra um dos blocos giratórios voltado para fora. No piso, à esquerda, vê-se a área necessária à movimentação

 

A planta

Os sete andares da construção têm em comum um pátio central que remonta às casas tradicionais do interior iraniano. Esse pátio, coberto de vidro no alto, é fonte de luz para todo o interior e potencializa a claridade que chega aos dois pavimentos do subsolo através de um espelho-d’água transparente construído entre o muro e a casa, no jardim da frente.  

Vista interna da Sharifi-ha House: piscina embaixo e a escada que liga os pavimentos. No alto, o teto de vidro que, externamente, é um espelho-d’águaOs dois andares inferiores abrigam piscina, academia e outras áreas de convivência. O térreo concentra a garagem e os ambientes de serviço. No primeiro e no segundo pavimento ficam os espaços de estar e jantar, enquanto as suítes ocupam o terceiro e quarto nível.O espelho-d’água reflete a fachada da Sharifi-ha House

Da arquitetura para a decoração

Se até uma construção pode ser mutável, porque os móveis não o seriam? As  Camas Till Up são um bom exemplo. Além de gavetas nas laterais e baú na peseira, as camas da linha, possuem um criado-mudo embutido – se houver espaço no quarto, você pode movê-lo e deixá-lo ao lado da cabeceira.Cama de Casal Till Up

Feitos um para o outro: Estrado para Jardim Vertical e Cachepô Florescer. Você compra as peças separadamente, adicionando quantos cachepôs quiser.

Linha Florescer

Recém-lançada, a linha Setorize by Micaela Góes, em parceria com o Estúdio Baobá, é formada por móveis que ajudam a organizar a vida. A Escrivaninha Setorize é um deles. Ela conta com módulos e gavetas de vários tamanhos, aproveitando o espaço vertical.

ESCRIVANINHA SETORIZE - CRU FOSCO E NOZES COM TABACO

Assim como a Sharifi-ha House tem cinco andares acima do solo (e dois abaixo dele), a Estante Alta Rio dispõe de cinco prateleiras. Toda estilosa, vai bem na cozinha, no home office, na sala ou onde mais você quiser.

Vista de frente da Estante Alta RioVista traseira da estante alta rio

 

 

 

 

 

 

Ah, como eu gostaria de ter a criatividade de arquitetos e designers para bolar construções, móveis e acessórios tão inteligentes! Aproveite, e acompanhe a série aqui

Me conta o que achou aqui nos comentários!
Beijão,
Cris.

Comentários não estão permitidos.