Minha casa, Minha cara

Ela fica em uma ilha na Noruega e, para se aproximar ao máximo do oceano, foi feita acompanhando as pedras do terreno

Cristiane Teixeira

Por: Cristiane Teixeira Fotos: Ivar Kvaal, Nils Vik e Charlotte Thiss

Num país gelado como a Noruega, ninguém desperdiça o verão. E aproveitá-lo de frente pro mar é uma chance incrível! Chance que um casal de artistas noruegueses tem desde que seu refúgio em uma ilha no sul do país ficou pronto. Ali eles trabalham, mas sempre interrompendo para contemplar a beleza do lugar que elegeram.

Fotos: Ivar Kvaal, Nils Vik e Charlotte Thiss

Encaixar a casa na paisagem era desejo tanto dos moradores quanto dos arquitetos contratados, o Atelier Oslo. “A topografia foi cuidadosamente medida para integrar as rochas no projeto”, afirmam os profissionais do escritório. Rochas que são lisas e curvas e descem em direção ao oceano.

Fotos: Ivar Kvaal, Nils Vik e Charlotte Thiss

Por causa dessa particularidade do terreno, a construção de 70 m² de área coberta foi feita em patamares variados. “Pisos de concreto em diferentes níveis conectam-se aos níveis principais da topografia e criam uma variedade de espaços ao ar livre.” Os pisos e escadas de concreto, somados aos panos de vidro, dissolvem a divisão entre interno e externo: o interior vira parte da paisagem e as qualidades do local tornam-se parte da arquitetura.

Uma lareira de concreto destaca-se na área interna, acoplando um sofá, uma escada e uma plataforma elevada. Alocado no centro da casa, o equipamento aquece as áreas de estar, jantar e cozinha e ainda manda algum calor para o quarto com beliches.

É do telhado que se tem as vistas mais deslumbrantes

Chega-se à morada por trás e pelo alto. Descendo uma escada de madeira que atravessa a cabana desde o telhado até o chão, já na frente. Telhado, não: a cobertura é plana, um mirante natural para o belo cenário.

Uma mesma estrutura pré-fabricada de madeira desenha a cobertura e os contornos da construção. Essa estrutura assenta-se no piso de concreto e leva por cima outra trama de madeira, mais leve e vazada, que filtra a luz e direciona a vista.

A estrutura tem uma profundidade que cria um jogo de sombras ao longo do dia e uma atmosfera calma que se assemelha à sensação de estar sob uma árvore”, declaram os arquitetos.

Da arquitetura para a decoração

Fiquei encantada com a renda formada pelas ripas de madeira na fachada. É como se fosse uma proteção extra e um guia para observar o que está do lado de fora.

Essas percepções estão por trás da seleção de hoje.

1 -  Rack Charme, para TV, com gavetas em tom pistache, da MMM | 2 -  Cabideiro Sobe-Desce, de madeira e metal, da Oppa | 3 -  Luminária de mesa Orfeu, da Oppa | 4 -  Estante Lisse, da MMM | 5 -  Mesa Morumbi, com 1,60 x 0,80 m, da Oppa | 6 -  Mural Charme, da MMM
1 – Rack Charme, para TV, com gavetas em tom pistache, da MMM | 2 – Cabideiro Sobe-Desce, de madeira e metal, da Oppa | 3 – Luminária de mesa Orfeu, da Oppa | 4 – Estante Lisse, da MMM | 5 – Mesa Morumbi, com 1,60 x 0,80 m, da Oppa | 6 – Mural Charme, da MMM

Comentários não estão permitidos.