Minha casa, Minha cara

Esta expert em técnica DIY dá o caminho das pedras para você criar coragem, arregaçar as mangas e partir para o “faça você mesma”! A satisfação é garantida.

Renata B. Wentz

Por: Renata B. Wentz Via: Renata B. Wentz

Ano novo, vida nova! É clichê, mas também é verdade! rsrs E nada melhor do que iniciar um novo ano com novas ideias, novos projetos e também novas “primeiras vezes” das coisas. E hoje eu quero te desafiar a começar a decorar sua casa com a boa e velha técnica DIY. Partiu?!

DIY: por onde começar?

Certamente você já ouviu falar deste termo. DIY significa Do It Yourself, ou seja, “faça você mesmo”. O que não falta é ideia massa para colocar em prática, mas sei que muita gente fica apenas como “telespectador” e acaba nunca fazendo. Ou porque não sabe por onde começar ou porque acha que não leva jeito… Mas o mais importante é ter VONTADE. E vou dizer para você: depois que começar a colocar a mão na massa, não vai mais querer parar!

Quanto mais você busca ideias, testa e transforma objetos, mais fica expert no assunto. Por isso, a primeira dica é: busque inspirações. Procure no Google, veja portais de decoração, siga perfis no Instagram e explore o Pinterest.

Salve todas as ideias que você curtiu e que poderia colocar em prática.

Depois, vá para a parte prática. Por mais que pareça batido o que vou falar, acredite: você só aprenderá PRATICANDO. Comece com coisas fáceis, como pintar um pallet. Uma das primeiras coisas que fiz em casa foi o pallet de canecas. Fiquei dias lixando e pintando a peça e foi uma satisfação ver o resultado!

Comece pintando

Vá com calma: lixe bem, escolha uma tinta à base d’água (pois é mais fácil de trabalhar) e pinte. Pinte muitas coisas. Teste com pincel e com rolinho e veja o que você prefere. Passe uma, duas, três demãos e veja qual resultado fica melhor. Mas TENTE.

E comece com coisas pequenas – não vá logo pintando uma parede.

Você precisa perder o medo de errar. É claro que você não vai acertar de primeira ou pode quebrar algo, pintar errado etc. Mas, depois de fazer, você saberá o que deu errado e, na próxima, irá acertar.

Segredos da técnica DIY

Pense bem: todos os vídeos e tutoriais que encontramos por aí parecem rápidos e fáceis, né?! Você pensa “nossa, vou fazer agora!” e leva dias pra terminar. rsrsrs Sim, eu também sou assim! Surge imprevisto, falta material, algo dá errado e você precisa recomeçar, e por aí vai. Então, para encorajar você a colocar a mão na massa, eu trouxe alguns segredos que talvez ajudem você a perder o medo de começar:

#1 Acabamento não é importante

Eu sempre quis que tudo fosse perfeito e ficava bem chateada quando não saía como imaginado. Mas, com o tempo, fui percebendo que alguns detalhes não fazem tanta diferença, como a parte de trás de um quadro. Se você fez um quadrinho e ficou lindo na parte da frente, ninguém precisa saber como ele está atrás. Não se cobre tanto.

Hoje meu lema é “melhor feito do que perfeito” e vivo bem mais feliz assim! rsrs

#2 Não vai dar certo da primeira vez

Eu já falei lá em cima e vou repetir porque, realmente, é para você não se frustrar se der errado. Veja o que pode mudar ou estude o porquê de não ter dado certo. Talvez seja o material utilizado – teste com outro.

#3 Você vai descobrir que pode fazer mais do que imaginava

Essa é a mais pura verdade! E a satisfação de tentar e ver que deu certo é MARAVILHOSA! Cada vez mais eu me desafio a fazer coisas mais difíceis – você descobre que consegue fazer coisas que nem imaginava.

Além disso, pare e pense: quanto você economiza fazendo o serviço que teria de contratar, né?!

#4 Foto é uma coisa e, ao vivo, é outra

Vai dizer: às vezes, você vê uma foto de alguma blogueira e fica deslumbrada com o resultado, mas, na hora de copiar o projeto, você acha que o seu não ficou tão legal? Calma, muitas vezes os projetos têm pequenas falhas que não aparecem na foto ou no vídeo – e depende até mesmo do ângulo da foto/filmagem.

É comum a cor mudar um pouco na foto e ao vivo. Então, se cobre menos ao ver uma “foto perfeita”. Quer um exemplo? Eu fiz um vídeo de passo a passo sobre instalação do rodateto de isopor: as emendas ficam quase invisíveis, mas, quando se olha pessoalmente, elas ficam mais aparentes. Porém não pense que isto me incomoda – o resultado ficou tão maravilhoso (e barato) que a emenda é só um detalhe.

+Veja  também: 5 ideias de decoração barata

Eu espero ter encorajado você a começar 2020 com novas ideias e também com vontade de sair transformando objetos e decorando sua casa com a técnica DIY. Por sinal, na categoria Dicas e DIY aqui do blog tem um monte de ideias bacanas para você se inspirar!

Afinal, não há lugar melhor do que o nosso lar, principalmente se ele estiver com nossa cara.

Já conhece o blog da Renata? Espie aqui!

Comentários não estão permitidos.