Minha casa, Minha cara

Ter um pet em casa é sinônimo de alegria, por isso é necessário facilitar a vida deles e a nossa também. Vem ver algumas dicas de como fazer essa adaptação!

Ter pets em casa significa ter muito mais alegria em qualquer hora do dia, e, nós donos (sim, eu também!) queremos sempre buscar coisas para agradar nossos bichinhos – e nem sempre acertamos. Quem nunca viu vídeos e fotos da galera que comprou uma caminha ou um brinquedo e o pet preferiu a caixa de papelão?

Acontece, mas isso não significa que temos que desistir de adaptar nossa casa, afinal, os pets também precisam de um espaço próprio e nós também precisamos facilitar determinadas rotinas dentro de casa. 

Um exemplo básico é o sofá, um móvel que muitas vezes também vira lugar de descanso de um gatinho ou cachorrinho e se esse for o cenário da sua casa, tente ver tecidos mais lisos e que facilitem a retirada do pelo e da sujeira como brim, sarja, vinil e lona.

Um cachorro no sofá.

 Mas e o tapete?

Outro cuidado é importante é com o tapete de casa – não é impossível ter um tapete em casa quando se tem um bicho peludo, mas é bacana nesse caso optar por tecidos com mais texturas para que ele não rasgue fácil e tente deixar o animal sempre tosado, para diminuir a quantidade de pelos.

A casa, por si só, já apresentará muitas possibilidades divertidas para quem tem gato, qualquer coisa mais alta já é um desafio a ser cumprido – só que isso pode acarretar em quedas constantes de objetos. Pensando nisso, muitos donos de pet já tem criado caminhos específicos para gatos nas paredes de casa e nos cantos onde dá pra adaptar, livre de objetos de decoração e cheio de obstáculos para os bichanos.

Escada alta que leva os gatos para os armários.

Nichos altos para gatos.

Veja +: Sua casa de bem com o seu pet.

Mas cuidado, janelas sem proteção não!

Assim como as crianças precisam de proteção na janela, os pets também! Não dá pra morar em apartamento com pets e não garantir essa tranquilidade – em especial se o pet em questão for um gato, ele vai querer pular e se aventurar pela vizinhança, então é preciso redobrar esses cuidados – alguns condomínios horizontais  também exigem que a casa com pets tenha proteção nas janelas para que o animal não ande solto sem o dono, por isso é necessário se atentar as normas de cada lugar.

Rede na janela do apartamento para proteção dos pets.

Móveis para pets existem sim!

Além disso, já existem vários móveis e muitas maneiras de arrumar os ambientes para que eles fiquem adaptados para os pets como por exemplo, existem sofás com aberturas laterais para que cães ou gatos possam ter um espaço só deles para descanso, ou ainda mesas com espaço reservado para os pets, e ainda: quem nunca viu aquelas redes pequenas pensando no bem-estar dos bichanos?

Sofá com abertura lateral para os pets.

Rede para gatos.

Mini porta para os pets

Temos também aquelas já conhecidas aberturas em portas para que os gatos e cachorros possam transitar pelo externo e interno sem ter necessidade de manter a porta aberta – mas você pode ir além, fazendo aberturas pelas paredes e até mesmo reservando algum espaço de um armário exclusivamente para eles, com uma abertura de tamanho apropriado.

Posta com abertura para os pets.

Móvel com abertura para os bichanos.

Veja também: Faça você mesma: brinquedo PET.

A verdade é que cada vez mais as casas e apartamentos estão sendo adaptadas e pensadas para as famílias que possuem membros de quatro patas e as opções são variadas, de forma que possam caber no bolso de qualquer um!

Fotos: Reprodução/Pinterest.

Deixe seu comentário ;)