Psiu! O blog está lento? Clique aqui :)

Minha casa, Minha cara

Jardim vertical no apartamento

Versatilidade, beleza e facilidade no cuidado são características dessa técnica paisagística que tem feito parte dos contextos urbanos.

Hoje em dia, morar em apartamento é uma realidade de pessoas que passam o dia fora de casa. Os ambientes cada vez mais compactos desse tipo de moradia devem ser bem aproveitados para haja harmonia entre praticidade e estilo.

+ Como economizar espaço no apartamento?

Nesse cenário, a dúvida de muitas pessoas é com relação à presença de jardins em apartamentos. Se você não abre mão de flores e plantas, veja quais são as soluções para deixar sua casa com mais cor e vida.

O que é o jardim vertical?

Também conhecido como parede verde, é uma técnica que integra a natureza à arquitetura urbana. É uma ótima opção para quem deseja modernizar o jardim ou para quem não vive sem os encantos das plantas, mas não tem muito espaço.

Via: Martha Stewart, Rebeca Bullene
O jardim vertical é uma ótima sugestão para entrar na tendência do urban jungle. Via: Martha Stewart, Rebeca Bullene

O jardim vertical fornece uma atmosfera leve e descontraída por meio da mistura de flores, plantas e ervas aromáticas que deixam o ambiente mais bonito e agradável. 

Como aplicar?

O cultivo em paredes é a marca registrada dessa técnica de paisagismo. Para compor ambientes internos ou externos, o que vale é a criatividade. Você pode optar por vasos que formam um grande painel, ou mesclar com quadros ou prateleiras. Até o pallet pode servir como um jardim vertical, saca só:

Independente do tamanho, do formato e da altura do seu jardim vertical, o importante é você criar um espaço que seja coerente com o tipo de plantas para que elas se desenvolvam de forma saudável. 

Vantagens

Os jardins verticais proporcionam muitos benefícios para quem mora em apartamento. Além de darem mais vida ao ambiente, eles propiciam um toque íntimo e aconchegante que deixa o local mais bonito.

Além das questões estéticas, a presença de plantas também interfere na saúde e no bem-estar dos moradores. Elas são um excelente isolante térmico e acústico porque, ao serem colocadas na parede, combatem as ilhas de calor e diminuem ruídos externos.  

As plantas na parede combatem o calor e proporcionam um ambiente mais fresquinho. Via: Love In Home

Os jardins melhoram a qualidade do ar, limpam e purificam o espaço, além de servirem como aliados à revitalização de ambientes por meio de abordagens mais ecológicas e sustentáveis. 

Plantas adequadas e cuidados necessários

Para que seu jardim fique incrível, é importante escolher o tipo certo de planta. Portanto, escolha espécies que estejam de acordo com as características do clima e do espaço.

Cada espécie possui uma necessidade própria relacionada à quantidade de água, quantidade de luz solar, frequência de irrigação e exposição ao vento. Além disso, você deve verificar se o formato do vaso é adequado para o tamanho e o peso das raízes. 

Suculentas e plantas menores são ideias para quem não tem tanto espaço livre. Via: Coach Decor
Suculentas e plantas menores são ideias para quem não tem tanto espaço livre. Via: Coach Decor

Pra um jardim colorido, intenso e vivo, a dica é escolher plantas e flores de diferentes tonalidades. Violetas, bromélias, jiboias, azaleias, pleomeles, suculentas, gérberas e antúrios são plantas que se adaptam bem aos apartamentos.

Mãos à obra

#1 Preparação do ambiente

Observe a incidência de luz natural no local. Se você quer montar o seu jardim na varanda, se certifique de ter a estrutura certa para receber plantas de tamanhos variados.

Varandas são ótimos lugares para cultivar um jardim vertical porque recebem luz natural durante a maior parte do dia.

Não tem varanda? Tudo bem, é possível fazer um jardim vertical dentro do apê. Por isso, dê preferência a estruturas que não atrapalhem a circulação de pessoas e nao comprometam o espaço.

#2 Seleção de plantas e vasos

Em espaços pequenos, é recomendado o cultivo de plantas com raízes mais superficiais. Cactos e trepadeiras são um bom exemplo.

O jardim vertical como divisor de ambientes: uma treliça montada do chão até o teto dá o caminho para as trepadeiras crescerem. Via: Pinterest.
O jardim vertical como divisor de ambientes: uma treliça montada do chão até o teto dá o caminho para as trepadeiras crescerem. Via: Pinterest.

Outra opção é inserir ervas, como o coentro, orégano, cebolinha, manjericão e a salsa e fazer uma hortinha em casa.

+ O que e como plantar em hortas verticais

Para deixar o ambiente mais alegre, a dica é adquirir vasos coloridos e com texturas variadas. 

#3 Construção

Garanta que os vasos tenham capacidade para escoar a água quando as plantas forem regadas. Para isso, faça uma base, obedecendo a seguinte ordem de camadas: cacos de telha, brita ou argila expandida e areia grossa.

Horta vertical na lavanderia
Para quem quer plantas dentro de casa, vasos autoirrigáveis são uma ótima opção. Via: Decor Fácil

Coloque uma pequena quantidade de terra adubada e, com cuidado, plante as espécies que irão compor seu jardim em cada recipiente. Deixe um espaço entre um vaso e outro para garantir que as plantas cresçam tranquilamente.

Manutenção

O cuidado com esse tipo de jardim deve ser o mesmo que se dedica ao jardim tradicional: regue e adube suas plantas de acordo com as necessidades de cada uma.

Para evitar o acúmulo de água e deixar o ambiente sempre seco e limpo, prepare uma estratégia eficiente de drenagem. Se você passa a maior parte do tempo fora de casa, dê preferência às plantas que não exigem muitos cuidados. 

+ Como fazer suas plantas durarem

É fácil e prático criar e manter um cantinho com vegetação que vai deixar sua casa com mais vida e conforto. Se você pretende morar em um apartamento na Barra da Tijuca, invista em um jardim vertical que mantenha a atmosfera e o charme do bairro. 

Guest post feito em colaboração com: Beatriz Souza, Invexo

Sala com varanda gourmet

Desde o surgimento da ideia de acoplar a sala e o espacinho da sacada, nós comentamos o quanto isso pode…