Minha casa, Minha cara

A cortina tem diferentes funções na decoração: embeleza o ambiente, filtra a luz natural proporcionando uma atmosfera aconchegante dentro de casa e ainda traz privacidade. Disponível em diferentes tamanhos, materiais e cores, ela é indispensável em praticamente todos os ambientes do nosso lar: da sala de estar e quarto a cozinha e home office.

Mas como escolher a cortina certa para cada ambiente da casa? Com tantas opções, fica até difícil saber qual modelo é o mais adequado para cada cantinho. Para ter um direcionamento e ganhar segurança, comece pelo jeito mais simples: analise o estilo adotado em cada espaço. A partir desta análise você já será capaz de escolher um tecido que esteja de acordo com o restante.

Em uma sala de TV, o modelo rolô é supereficiente para deixar o ambiente bem escurinho, tipo cinema em casa. Aqui é importante ter um sistema bem funcional para que a luz de fora não fique refletindo na tela da TV, atrapalhando a visibilidade dos filmes e novelas que você assiste.

O tamanho ideal varia de ambiente para ambiente. Na cozinha e área de serviço, por exemplo, as cortinas são curtas e de material fácil de limpar como as telas solares de PVC e poliéster, para aumentar a praticidade no dia a dia.

Para espaços como a sala de estar e a sala de jantar, escolha cortinas longas com o varão encostado ou instalado no teto. Cortinas mais altas com comprimento rente ao piso dão uma maior sensação de amplitude e deixam o ambiente mais bonito – tomando sempre cuidado para que o tecido não seja comprido demais, arraste no chão e vire alvo da sujeira.

A cor da sua cortina pode combinar ou não com a paleta de cores do seu ambiente, cabendo a você escolher o que mais tem a ver com o seu estilo, com a sua personalidade. Tecidos claros são mais garantidos, principalmente se você não está 100% segura quanto a escolha: eles deixam o ambiente mais iluminado e combinam com tudo. Os mais escuros são ótimos para os mais ousados, tendem a deixar o espaço mais aconchegante, mas desbotam com mais facilidade.

Na hora da escolha do material, converse com os vendedores e analise qual efeito você vai querer em cada ambiente. Se quiser maior transparência, o voal é uma boa pedida; para um efeito mais opaco, prefira o linho 100% poliéster. A gaze de linho e os linhos de trama fechada, puros ou mistos, são opções comuns para quem busca fibras naturais.

Aproveite todas estas dicas, mas não pare por aí! É sempre bom pesquisar bastante sobre o assunto antes de tomar a decisão final. E não deixe de ver muitas fotos na internet para se inspirar! Sabe de outras dicas? Então compartilhe com a gente aqui embaixo!

Fonte das imagens: Caras, Casa.abril, Assim eu gosto, Romã

Deixe seu comentário ;)