Minha casa, Minha cara

Micaela Góes – Personal Organizer

Adoro ver a minha casa em ordem, perceber como ter tudo no lugar facilita a rotina que levo com a minha família. Alguns podem achar bobagem, mas como a organização ajuda nas relações humanas, na diminuição do estresse, na tranquilidade doméstica.

É por isso que gosto tanto de contribuir para que outras pessoas conquistem esse mesmo bem-estar. Quando me vejo hoje, entrando na casa de milhares de telespectadores com as histórias do Santa Ajuda, me sinto feliz demais! E feliz pelos caminhos que me trouxeram até aqui.

Sabia que, quando criança, eu queria ser bailarina? Estudei balé durante muitos anos e depois ingressei no curso de artes cênicas, que me deu a formação em teoria teatral e como atriz. As duas atividades agregaram muito à pessoa que sou: o balé me ensinou o rigor e a disciplina, enquanto o teatro me trouxe a flexibilidade e a capacidade de improvisar.

Essas características jogam juntas em cada momento da minha vida, e tornar-me uma consultora de organização é praticamente consequência delas. Desde pequena eu me habituei à organização, a ponto de achar que ela era natural a todos, algo comum à vida de qualquer pessoa. Crescer observando como minha mãe e minha avó Risoleta davam conta de orquestrar todos os detalhes de suas casas foi minha grande escola nessa área. Tudo funcionava tão bem!

À medida que me descobria como um ser independente, também fui desenvolvendo meus próprios hábitos e métodos de organização. Só que, por achar que acontecia o mesmo com todo mundo, não via a minha capacidade de organizar como um dom ou uma profissão. Precisei que outros me abrissem os olhos para isso. E quem foi determinante para essa guinada em minha vida foi a Camila Pitanga, amigona desde os tempos de faculdade e hoje minha comadre.

Mais de uma década depois, tenho uma empresa de consultoria em organização, já escrevi livro sobre o assunto, mantenho um site temático, apresento o Santa Ajuda e agora tenho este canal para compartilhar com os seguidores do Minha Casa, Minha Cara um monte de novas ideias.

É ou não é para me sentir feliz?!

1 comentário

  1. Ola Micaela, me chamo Tatiane e assisto seu programa. Admiro muito suas técnicas e copio várias. Beijos e parabéns,!

Deixe seu comentário ;)