Minha casa, Minha cara

Estilo Clássico

Se ao pensar nesse estilo veio rapidamente a sua cabeça a imagem de uma sala com móveis antigos, tapetes trabalhados, cores claras e muitos abajures e lustres, você está certa. Essa é a típica composição de estilo clássico que todos nós conhecemos.

Apesar de essa imagem já ser consolidada em nosso imaginário, o estilo clássico vai muito além dos detalhes rococós e acessórios rebuscados, podendo ser usado de forma mais atual e contextualizada sem perder a caracterização. Com origem lá na arquitetura grega e romana, o estilo clássico valoriza o requinte e materiais ricos, como o mármore.

Molduras de gesso no teto trabalhadas, cortinas longas de tecidos finos, veludo em sofás e almofadas e tapetes pesados e aconchegantes são itens sempre presentes em uma composição clássica.

Nas estampas, o modelo floral é usado com bastante frequência, dando um toque romântico para a decoração. Móveis grandes e chamativos, poltronas pesadas e imponentes, cristaleiras, cômodas… São peças que fazem parte de qualquer decoração clássica que se preze. Algumas sortudas herdaram estas antiguidades de seus pais ou avós, mas, para quem não teve a mesma sorte, o jeito é garimpar antiquários e estar disposta a investir uma graninha alta neles.

Para adaptar para nossa vida real, podemos pegar algumas peças antigas e fazer composições menos pesadas – as de estilo clássico costumam apresentar detalhes em praticamente tudo, até em papel de parede. Uma parede lisa, com uma cama cheia de detalhes, cortina e cores neutras pode resultar em uma combinação mais atual do estilo clássico:

Ou utilizar paredes e acessórios com detalhes e móvel neutro, como o exemplo abaixo:

O que você acha desse estilo?

3 Comentários

  1. Magnólia Ely Prada em

    Estilo clássico é lindo! Fui professora, atualmente apaosentada, mas tenho peças lindas no estilo classíco, cadeiras medalhões encontradas no lixo, como meu marido aprendeu com o pai a arte da marcenaria, restaurou-as, o tapeceiro deu o toque no revestimento em capitonê, viva o lixo brasileiro!

  2. Não sou muito fã, me dá sensação de calor (moro em Goiânia) e impressão de que é difícil de limpar. Acho lindo, mas na casa dos outros ou utilizando apenas um toque aqui outro ali.