Minha casa, Minha cara

Sala de Jantar/Estar

Nesta nova Série comemorativa de 1 ano de blog, vamos ceder a palavra toda sexta-feira para arquitetos e designers de interiores! Será nossa forma de prestigiar todos vocês, leitores, trazendo conselhos de quem tem experiência no mercado e portfólios de responsa. ;D Vai dizer? Superpresente, hein? Então, continuem aqui com a gente para conferir todas estas dicas!

Falando nisso, perceberam nossa mudancinha no layout? O que vocês acharam? Estamos em ritmo de festa!

E hoje, quem inaugura nossa nova Série é Tatiana Storck, curitibana formada em Arquitetura e Urbanismo e pós-graduada em Design de Interiores. A profissional, que já atuou na empresa Storck do Brasil e no escritório de Gastão Lima, hoje trabalha em parceria com a FSR Engenharia, desenvolvendo projetos arquitetônicos, de interiores e aprovando projetos em órgãos públicos. Ela começou nossa conversa explicando como uma pessoa pode decorar a sala de estar/jantar por conta própria. Bem útil, não é mesmo? Vamos lá?

A Tatiana considera superpossível transformar um ambiente do lar por conta própria. Aquela coisa de pôr a mão na massa e fazer acontecer, sacumé? O primeiro passo para encarar esse trabalho sem ajuda profissional é aquele basicão: definir qual será a função do ambiente. A partir disso já dá para planejar tudo com base no gosto e hábitos familiares.

O segundo passo é buscar inspiração: em revistas, blogs, feiras ou eventos de decoração. A partir daí começamos a fundamentar a decoração do ambiente. Escolhemos o estilo que iremos seguir, as cores predominantes e o tipo de iluminação.

(Decor8)

No caso da sala de estar/jantar, as lâmpadas mais indicadas são as de cor neutra ou amarela, que deixam o ambiente mais aconchegante, além de levarem ao relaxamento. O uso de luz indireta também é recomendado, por meio do uso de rebatedores, podendo ser luminária de piso ou pendente. Abajures também são uma ótima escolha, pois proporcionam uma luz aconchegante, além de ajudar a criar cenas de iluminação.

Depois de tudo acertado na nossa cabeça, passamos tim-tim por tim-tim no papel! Isso vai ajudar na visualização e facilitará nossa vida para escolher a disposição do mobiliário, dedicando uma atenção especial à circulação.

(Google)

Ela é superimportante nesses ambientes, onde sempre reunimos um grupo de pessoas para utilizar o espaço. E não existe nada pior do que ter de ficar arrastando móveis para conseguir sentar-se a mesa na sala de jantar. Como dica, aqui vão algumas medidas de circulação usuais para uma sala de estar ou jantar:

–  O espaço entre o sofá/poltrona e mesa de centro deve ser de 60cm no mínimo.

–  No entorno da mesa de jantar, a distância deve ser de 1,00m no mínimo para ter espaço para manusear a cadeira.

–  A circulação geral deve ser de 80cm.

Após definido o layout, é preciso verificar as adequações necessárias do velho para o novo e pronto! É chegada a hora de sair à caça dos móveis, revestimentos e elementos decorativos que se adéquem às dimensões preestabelecidas e ao estilo.

Quer imprimir um estilo seu na sala de jantar/estar e não sabe como? É muito mais fácil do que parece, pensa comigo: se você deixou de lado o modismo e definiu seu estilo com base no que realmente gosta, o seu estilo já estará ali presente. Certo? Então, bora filtrar estas tendências todas! Além disso, toques pessoais e exclusivos vão fazer toda a diferença: fotografias da família, obras de arte, um objeto que é lembrança de viagens, etc.

Em relação ao tamanho, você deverá cuidar com as proporções. Se a sala for grande, você poderá usar móveis maiores, um aparador atrás do sofá, poltronas destinadas ao canto da leitura.

A combinação da mesa Málaga na cor tabaco com cadeiras brancas da Linha Lapa e duas cadeiras de escritório Vienna nas pontas fica ótima para um ambiente de sala de jantar espaçosa:

Em uma sala pequena, os móveis devem ser compatíveis com o ambiente, ou seja, reduzidos em dimensões, além de serem multiuso. Uma mesa de centro pode servir como baú e a mesa lateral pode ser usada como banco, proporcionando mais um lugar à sala de estar.

Os módulos da Linha Sintonia têm um tamanho perfeito para a segunda ideia: mesinha lateral ou banco:

As de jantar pequenas podem ser integradas com a cozinha para otimizar os espaços:

E aí, gostaram das dicas da arquiteta Tatiana Storck? Comentem!

3 Comentários

  1. oi larissa! parabéns pelo 1 ano de blog! é sempre bom visitar você! e que a mmm continue esse arraso que é! muito sucesso!!!

  2. Larissa, que legal esse post hein! A-mei!!!! As dicas foram para a minha pasta de decoração, rsrs.

    Adorei o layout do blog, estou adorando tudo, rsrs!!!

    Beijão!
    Tai