Minha casa, Minha cara

Psiu! O blog está lento? Clique aqui :)

O quarto é o ambiente que nós mais amamos em casa, porque ele é o único que é totalmente nosso. E é por isso que é tão importante termos um quarto com a nossa cara, cheio de mensagens e referências positivas que nos ajudem a lembrar o quão especial somos. heart Mas… como fazer quando precisamos dividir esse espaço? E se ao invés de dividi-lo com um irmão ou irmã, você tivesse que dividi-lo com a sua avó? É possível criar um quarto onde um adulto e uma criança se sintam únicos sem atrapalhar o sentimento do outro?

Para o Santa Ajuda, nada é impossível! No episódio de terça-feira passada, conhecemos a história de Aline, uma menininha que transformou completamente a vida de seus pais e de sua avó quando veio ao mundo. Mas Aline cresceu e, eventualmente, passou a dividir o quarto com a avó Eliana. Isso não teria problema se a criatividade da Aline não tivesse entrado em campo e transformado o quarto da avó em uma grande bagunça.chao-cheio-de-brinquedosA Aline é um tanto quanto espaçosa e, com o tempo, suas brincadeiras acabaram tomando conta do espaço livre do quarto deixando Eliana preocupada e estressada. Se o chão fosse a única coisa tomada, o problema não seria tão sério. Mas com as constantes reclamações de Eliana sobre a bagunça, Aline começou a acumular seus brinquedos nos armários e até embaixo da cama.armario-sem-espacoFoi aí que Eliana percebeu que a coisa já estava ficando caótica e pediu uma “santa ajuda”! O primeiro passo foi conversar com a Aline para ela compreender a importância de deixar um espaço livre para sua avó no quarto. Com isso compreendido, começou a organização. Tanto a Aline quanto a Eliana tiveram que colocar a mão na massa para separar as coisas que ficariam e as que abririam espaço para o novo entrar.organizacaoOlhem o tamanho das pilhas da Aline! Tinha muita coisa que podia ser doada por ali, hein?! Com o trabalho da pequena finalizado, foi vez da Eliana abrir espaço para o novo e ela não deixou a desejar. E aí, com as pilhas para doação organizadas e a bagunça eliminada, a mágica da Micaela pôde começar. Vamos conferir como um quarto pode, sim, ser dividido entre um adulto e uma criança e ainda fazer com que eles se sintam únicos?penteadeiraO primeiro passo foi montar um armário que conseguisse acomodar as coisas das meninas sem misturá-las. Por sorte, o quarto da Eliana era bem comprido e a Micaela conseguiu combinar dois armários e uma cômoda bali em uma das paredes. Todas as roupas e os acessórios da Aline e da Eliana foram guardados de forma setorizada para ajudá-las a manter a organização por mais tempo. No cantinho perto da janela, Micaela colocou um espelho em cima da cômoda e, de quebra, presenteou as meninas com uma penteadeira. Superprática, né?!quarto-divididoDo outro lado, era preciso encontrar uma forma para separar o espaço de cada uma, aumentando sua sensação de privacidade. As Estantes 8 Nichos Nativa foram a escolha perfeita porque, além de organizar, ajudaram a guardar alguns dos objetos que a Aline e a Eliana usam diariamente. O que vocês acharam da ideia?espaco-para-livrosO espaço embaixo da janela ganhou uma escrivaninha que servirá como cantinho de costura para a Eliana e de estudo para a Aline. O cantinho ao lado ficou para a Eliana. Com tom azul, o quartinho da avó ganhou uma cama baú que, além do gavetão em baixo do colchão, conta com nichos laterais que manterão as coisas que ela mais gosta organizadas e ao alcance da mão. Uma estante de livros também foi presa na parede para que ela possa manter seus livros amados sempre pertinho.cantinho-do-quarto-criancaA Aline ganhou um cantinho rosa feito especialmente para o tamanho dela. Com base no estilo de decoração montessoriano (já falamos sobre ele aqui), o quarto da Aline ganhou estantes em formato de casinhas de boneca ao lado da cama e uma minicozinha na frente. Essa setorização é importante para que a Aline compreenda e se sinta estimulada a praticar a ideia de guardar os brinquedos em seu próprio lugar depois de brincar. A cama baú também colabora com isso, organizando os brinquedos que ela não usa com tanta frequência. Ficou lindíssimo, né?!

E aí, o que você achou? Dá para um adulto e uma criança compartilharem um quarto sem perder totalmente sua identidade e privacidade? Nós ammmamos o resultado e estamos ansiosos para ver como os móveis da MMM vão ajudar a Micaela a mudar a vida de outras pessoas no resto desta temporada. Se você está curiosa também, assista hoje, às 21h, um novo episódio do Santa Ajuda, no GNT.

Comentários não estão permitidos.