Minha casa, Minha cara

Cristiane Teixeira

Por: Cristiane Teixeira Fotos: Christopher Frederick Jones

Uma tenda branca se eleva sobre o pavilhão de concreto erguido na Austrália

Tent House: pavilhão preto com cobertura branca na Austrália

O equilíbrio entre o conforto doméstico e a abertura à natureza define este pavilhão em uma região de floresta tropical a 20 minutos da Sunshine Coast, famosa área litorânea australiana. A Tent House, projetada pelo escritório Sparks Architects, de Queensland, possibilita “uma maneira dupla de habitar – um modo fechado e abrigado e outro aberto e expansivo”, explicam os autores da ideia, que conquistou a atenção de publicações de várias partes do mundo.

A um primeiro olhar, a característica mais marcante é o amplo toldo branco. Ele se descola da casa formada por uma caixa de concreto enegrecido, cobrindo-a tal qual uma barraca tradicional e contrastando tons e linhas. Essa cobertura funciona como uma membrana translúcida capaz de, nos dias de sol mais intenso, difundir a luz, ao mesmo tempo que aplaca o calor gerado pelos raios solares.
Mãe e dois filhos brincam na área ocupada por sala e cozinha abertas da Tent House. Atrás, paredão da floresta

Mas não só: a ventilação também é maximizada. Isso porque o pavilhão conta com amplas portas envidraçadas e teto retrátil. Nos meses de verão, o teto plano e automatizado pode ser recolhido sobre os banheiros, enquanto as portas correm nessa mesma direção, abrindo os quatro dormitórios, nas extremidades laterais, e a área social central. Assim, os ventos que chegam das praias circulam por todo o interior.
Toldo forma uma varanda à frente de um dos quartos, onde a mãe segura o bebê. Portas e teto abertos na Tent House

“À medida que as portas se abrem, a parede da floresta torna-se um elemento arquitetônico, um muro natural que contém um espaço mais amplo, esticando o plano da casa através da clareira e do jardim restantes”, afirmam os arquitetos.

Já no inverno, quando a floresta se coloca no caminho entre o sol e a casa, os ambientes são mantidos aquecidos e protegidos com o simples deslizar das portas e do teto, que é isolado termicamente. Mas não perdem a vista preciosa, captada o tempo todo pelas superfícies envidraçadas.

Do banheiro vê-se a floresta
Vista de um dos quartos e da garagem da Tent House no fim do dia

Da arquitetura para a decoração

Quando reflito sobre as características desta casa, concluo que ela deve ser muito eficiente como morada, aproveitando da melhor maneira a luz natural, o vento e a paisagem. Mas uma casa não é só razão, e as fotos da Tent House me induzem a uma sensação boa. Vejo poesia nos contrastes que o projeto propõe: rigidez de formas no pavilhão, fluidez na cobertura; preto na base, branco na tenda.

E foi com esse olhar que encontrei no cardápio da Meu Móvel de Madeira itens que imediatamente relacionei com a Tent House.

Estante Garbo: os acabamentos, preto e madeira, repetem os do pavilhão australiano, assim como o formato retangular, só que no sentido vertical.
Estante Garbo

Vejo essas características semelhantes no prático Painel de Recados e Porta-Chaves Chat, que oferece duas caixinhas para acomodar itens pequenos, como controles remotos.

Painel de recados e porta chaves Chat

A Estante com Caixas Organizadoras Tools traz o branco no envoltório e o tom escuro no miolo.

Estante com caixas organizadoras tools

Os quatro ganchos curvados que compõem o Cabideiro Anu lembram os cabos de aço e a estrutura metálica que ancoram o toldo na casa da floresta.

Cabideiro Anu

Você pode achar que eu viajei na conexão abaixo, mas… Assim como a tenda branca representa a última camada da Tent House, o edredom do Jogo Lit Branco Rendado, da Altenburg, vai por cima dos lençóis na cama.

Jogo de edredom e porta travesseiros queen Altenbur

E é com a imaginação à solta que me despeço. Até a próxima semana!

Comentários não estão permitidos.