Minha casa, Minha cara

Seu efeito pode passar batido muitas vezes pelos mais desatentos, mas a iluminação é um dos aspectos mais importantes em uma decoração. É ela que dá o clima para um ambiente, do mais intimista, romântico e aconchegante, aos mais descontraídos.

Cada ambiente demanda um tipo de iluminação diferente, tudo vai depender do que você quiser causar, qual tipo de atmosfera quer criar. Hoje, decidi falar das duas iluminações mais comuns, que são indispensáveis para efeitos de qualidade: a iluminação direta e a indireta.

O nome já explica mais ou menos a função de cada uma: a direta é quando a luz incide diretamente sobre uma superfície. Spots, pendentes, luminárias de mesa e abajures são os responsáveis por esse tipo de iluminação. No seu home office, sala de leitura e quarto, a luz direta é indispensável, pois facilita a leitura e o uso do computador.

A luz direta também é muito usada para dar destaque em algum item decorativo, mas pode ser cansativa e dura, pois cria uma grande diferença com as sombras.

A iluminação indireta é aquela em que a luz incide em uma determinada superfície para, então, ser refletida e atingir o ponto a ser iluminado. Esse tipo de efeito faz com que o ambiente fique mais aconchegante, é um tipo de iluminação menos óbvia e invasiva. O efeito criado é agradável, tendo como resultado uma iluminação bastante uniforme.

Arandelas ou spots direcionados dão o efeito buscado pela iluminação indireta, que podem estar posicionados em detalhes do gesso no forro. É o mais usado para trazer um ar intimista ao ambiente.

Mas, como vocês devem ter reparado nas imagens, o ambiente ideal é aquele que consegue conciliar os mais variados tipos de iluminação, utilizando cada uma de acordo com sua finalidade.

Você gosta de algum efeito especial criado pela luz? Comenta aí! smile

13 Comentários

  1. Pingback: Decoração de hall de entrada pequeno - Minha casa, Minha cara

  2. Pingback: Como mobiliar um apartamento pequeno e simples - Minha casa, Minha cara

  3. Pingback: Quarto pequeno - Minha casa, Minha cara

  4. Pingback: Tudo sobre iluminação indireta

  5. Renata, as garrafas tem que ser cortadas bem delicadamente, com uma ferramenta apropriada. Nós pretendemos falar disso em breve, tá? Um beijão!

  6. Olá, Paulo!
    É preciso analizar as condições do local, o tipo de iluminação indireta, o projeto do arquiteto e várias condições pra responder essa pergunta.
    Um abraço!

  7. Olá, William! Que bom que gostou de nossas sugestões. Fique a vontade para voltar quando quiser aqui pra nossa casinha virtual.
    Adoramos sua sugestão sobre mesclar tipos de iluminação. Estamos pensando em faze mais um post sobre o assunto.
    um abraço!

  8. bom dia;
    Adoro as idéias sugeridas e as adapto para as minhas necessidades,acho a iluminação de um ambiente muito importante,principalmente se se for possível mesclar luz natural com artificial.
    Um abraço grande.

  9. Paulo José Viana Felix Morais em

    Uma residência somente com iluminação indireta não deixará os ambientes com muitas sombras e mal iluminados?