Minha casa, Minha cara

A gente muda o tempo todo, de gostos, estilos e prioridades. Por isso é natural sentirmos vontade de mudar também a nossa casa, adequá-la ao novo momento que vivemos e às nossas novas necessidades. Se você está aí desanimada por não aguentar mais olhar para aquele espaço que é o mesmo desde sempre, vem com a gente neste desafio de montar um mini guia com dicas para quem quer redecorar seu cantinho. Ah! Se você tiver algo a acrescentar, não deixe de postar seus comentários pra gente, hein?

Antes de mais nada, é extremamente importante analisar o seu espaço. Ele está vazio? Se sim, quantos m² ele possui? Apenas com a metragem será possível escolher os móveis e acessórios mais apropriados para o seu ambiente. Como você gostaria que seus móveis ficassem neste cômodo da casa? Desenhe em um papel, com base em inspirações da internet e na sua própria vivência, um esboço de como você gostaria que seu cantinho ficasse. A partir daí, defina quais móveis você irá comprar, pesquisando preços em diferentes lojas.

Se o seu ambiente será somente redecorado, ele provavelmente já conta com alguns móveis e acessórios. Doe ou reutilize o que você não quiser mais e guarde móveis de apelo sentimental, fotos da família, objetos de viagem e outras coisas extremamente pessoais. São esses itens que manterão seu espaço com a sua cara e com a sua história.

(Via)

Com a ajuda de fotos de revistas e de blogs decorativos, monte um painel de inspirações com móveis e composições do estilo que você gosta. Ele vai te ajudar a encontrar o caminho certo e a fazer as escolhas mais adequadas, além de impedir que você aja por impulso. Faça um painel bem completo até ter certeza de que ele está adequado com o que você sempre sonhou.

(Via)

Para ficar mais fácil de definir as cores das paredes, monte paletas de cores que você aprecia. Se você estiver insegura em relação às combinações, clique aqui e vá até este blog. Nele você encontrará as mais variadas paletas e combinações de tons, tudo em plena harmonia. Com certeza algum deles vai acabar te conquistando. Com uma paleta em mãos, fica bem mais fácil ir até uma loja de tintas ou em lojas de acessórios decorativos.

(Via)

A escolha do piso deverá ser feita de acordo com seu gosto pessoal, com o estilo da sua casa e também com o tamanho dela. Casas pequenas tendem a ficar melhores com pisos mais claros – salvo algumas exceções. Cada material tem suas vantagens e desvantagens, características próprias que te farão optar por um ou pelo outro. Clicando aqui você encontra uma matéria bem completa com detalhes sobre pisos de madeira, mármore, porcelanato ou cimento, informações que com certeza te ajudarão a decidir. Leia e pesquise bastante, sem pressa. smile

Faça o orçamento de tudo o que você quer e anote tudo o que comprou para não se perder nas contas. Você vai notar que sua decor vai tomando forma aos poucos e que, mesmo depois de estar com vários itens, vai bater a vontade de adquirir ou criar alguns acessórios específicos. Tenha calma e deixe a ansiedade de lado, afinal de contas, decorar não tem fim.

E aí, gostaram das dicas? Quem tem mais algumas na manga para compartilhar?

5 Comentários

  1. Muito bacana! :)
    Uma decoração sem significados e sentidos é uma decoração sem razão. Decorar é a arte de deixar seu lar cada vez mais próximo da sua emoção.

  2. Pingback: Vamos renovar? | Construir – Pisos e Revestimentos

  3. Pingback: Minha casa nova, e agora? | Minha casa, minha cara