Minha casa, Minha cara

É preciso ter jogo de cintura na hora de montar uma decoração confortável, aconchegante e organizada em um apartamento de poucos m². Mas quebrar a cabeça para decorar um ambiente pequeno pode ser um desafio extremamente vantajoso com lições para a vida: afinal de contas, quando temos pouco espaço precisamos priorizar as coisas, manter somente o essencial. Tem exercício melhor do que esse para conhecermos um pouco mais de nós mesmos? (:

Então aí vai a dica um: analise o que você considera mais importante no dia a dia da sua casa. Isso vai definir se a sala de estar precisa de mais espaço para receber os amigos ou se um cantinho deve ser reservado para a vinda de uma criança em um futuro próximo. Coletando estas informações fica mais fácil decidir como ficarão os layouts do seu apartamento.

Dê uma atenção maior a circulação do seu espaço, evitando ao máximo o acúmulo de móveis e outros itens. Quanto mais limpa sua casa for, maior será a sensação de amplitude. Deixe o chão à mostra optando por móveis suspensos, ou com pés que os levantem alguns centímetros do chão. Isso já vai dar uma baita diferença no resultado final:

Elimine paredes para ganhar ambientes mais espaçosos, arejados e bonitos. Em um apartamento com poucas divisórias, dá para brincar bastante com a versatilidade dos móveis da sua casa: a sala de jantar pode virar home office e a sala de TV vira cantinho de leitura e espaço para receber visitas.

Um pouco de parede a mostra também não faz mal a ninguém. É claro que você pode (e deve!) decorar sua parede com quadros, mas não se esqueça de deixar o todo balanceado. Uma estante vazada, por exemplo, pode ser uma ótima alternativa para dar um respiro ao ambiente.

Espelhos dão ilusão de continuidade, use-os a seu favor prolongando os espaços e duplicando itens que merecem ganhar destaque.

O branco é uma cor ótima para pequenos espaços, mas não somente ele. Qualquer tom pode funcionar muito bem no seu miniapê, basta saber o jeitinho certo de usá-lo. Independentemente da cor, aposte no monocromático para suavizar os limites do seu ambiente dando uma maior amplitude a composição. Fazendo dessa forma, não tem erro.

Como inspiração, que tal um apartamento bem distribuído e completo com apenas 40m²? Como prova de que o impossível não existe:

Qual destas dicas você usa para fazer seu mini apê parecer maior?

Fonte das imagens: Dcoracao, Casa Chaucha, Casa.abril, Alvhem, Casa da Idea

14 Comentários

  1. Pingback: Read the Full Posting

  2. Pingback: Mariana Campos Arquitetura | Dicas para ambientes pequenos

  3. Oi Jaqueline! Encontramos as imagens na internet, por isso não sabemos te informar. :( Desculpe por não poder ajudar mais!

  4. maria geni venturra em

    Muito inteligente as dicas. Na verdade são sugestões, que podemos adequar aos nossos espaços… bem pequeninos, para ficar mais alegre o nosso cantinho!!!!

  5. Concordo com a Lidia, o conceito de apartamento pequeno dos arquitetos é muito fora da realidade. Sempre vejo revistas de decoração de “mini apartamentos”, e eles têm no mínimo 60m2. No subúrbio esse pode ser um apartamento pequeno, mas no centro, um ap novo, para solteiro não passa de 36m2.

  6. Adorei a matéria, mas para a atualidade este apê é gigante. Meu apê tem 30 metros e hoje em dia temos até lançamentos de aptos de 20 metros em São Paulo.

  7. Lidia Rosa Andreoli em

    Concordo com a Carol. O aptº. em que moro é de apenas 28m²., então esses aptos. são bem maiores. Gostei dos ármarios-espelhos, o efeito fica bem legal.abs.

  8. Sim, Carol, nem todos correspondem com a realidade mesmo :(
    Mas o que importa são as dicas, não é mesmo? Eles tentam ilustrar o que falamos no post, mas nem sempre conseguimos fotos boas do que queremos mostrar.
    Beijocas!

  9. Lindos! Mas esses espaços “pequenos” não estão nossa realidade. Se compararmos com os apes de hj, esses são enormes :)