Minha casa, Minha cara

Misturar móveis de madeira de acabamentos diferentes em um mesmo ambiente pode parecer difícil, mas é uma prática extremamente bem-vinda na decoração. A variedade de tons e texturas enriquecem a composição e deixam a casa com personalidade. Sem contar que fazer o mix é muito mais fácil do que parece!

IMG_9307 zoom_mini

UG0A5147 tratada copiar_mini

Investir na combinação da madeira com o branco é a forma mais descomplicada de misturar acabamentos. Além de deixar o espaço muito mais iluminado e suave, o branco combina superbem com qualquer móvel de madeira, independente do tom.

IMG_0070 zoom_mini

Outra dica valiosa é analisar a família do tom da madeira. Tem madeiras que puxam mais para as cores quentes, como o vermelho; outras que conversam melhor com os frios, como o marfim. Na hora de fazer a combinação, escolha tons que remetam à mesma temperatura: eles podem variar do mais claro para o mais escuro, mas combinarão de forma harmônica fazendo um tom sobre tom.

89OlrzQ3pCeVK44JWw7aqgZgVF2HRznNUoijRGkzqYA_mini

Se o piso de madeira é o problema, que tal investir em um tapete? Ele serve como um respiro, impedindo que os dois tons diferentes briguem. O visual fica mais agradável aos olhos.

zoom IMG_0894tratada_mini

Móveis rústicos com veios aparentes ficam lindos quando combinados com móveis clean. Invista nesta variedade para deixar seu cantinho ainda mais interessante e a cara do aconchego.

UGOA1120_mini

A ideia é ousar, mas é preciso tomar cuidado. Restrinja sua variação para no máximo 3 tipos de acabamentos diferentes para manter a harmonia do ambiente. Muita mistura também pode ser prejudicial, difícil de manter a coerência.

E você, qual critério usa para misturar seus móveis na sua casa?

1 comentário