Minha casa, Minha cara

São muitas as dúvidas em relação a escolha do tapete que fará parte da decoração de um ambiente da casa. Que tamanho ele deve ter? Por qual material devo optar? Em que momento da decoração eu devo me preocupar com a sua compra? Item indispensável na decoração, o tapete decora, proporciona conforto térmico e acústico e delimita ambientes como ninguém. Para tornar a escolha deste item mais fácil para você, resolvemos fazer este post respondendo alguns dos diversos questionamentos que rodeiam o assunto. Esperamos que com isso você se anime e vá atrás de um modelo bonitão para chamar de seu.

(Via)

Os tapetes são bem-vindos em praticamente todos os ambientes da casa, do quarto, sala de estar e sala de TV a banheiros e hall de entrada. E para cada espaço do seu lar, existe um tipo ideal para proporcionar conforto, beleza e principalmente funcionalidade. Nas salas de TV, por exemplo, os melhores modelos são aqueles peludos, mais altos e volumosos: tapetes de poliéster com fios longos e macios. Além de indispensáveis para a acústica do ambiente, são também extremamente confortáveis para quem gosta de ficar a vontade, com os pés no chão.

(Via)

(Via)

O tapete é um dos últimos itens a ser escolhido na decoração da sua casa, antecedendo somente os demais itens decorativos. Então escolha seus móveis com calma, faça a disposição desejada e escolha toda a paleta de cores do espaço, para só depois ir atrás do tapete. Assim ficará mais fácil encontrar a cor e tamanho ideais.

(Via)

Por falar em tamanho, quando o assunto é tapete “mais é mais”. Em uma sala de estar, por exemplo, o tapete ideal é aquele que consegue reunir todos os móveis sobre ele: sofá, mesas laterais, mesa de centro e poltronas. Se não for possível, escolha um modelo que avance 30 cm para baixo do sofá e 30 cm sobrando de cada lado. Na sala de jantar, o tapete deverá ter 70 cm de sobra em torno da mesa, para que as cadeiras fiquem sobre ele sem ficar enroscando na hora de movimentar.

(Via)

(Via)

No quarto, o melhor modelo é aquele que tem início no criado mudo: os inteiriços são mais confortáveis e visualmente mais bonitos. Para tapetes de banheiro ou tapetes de tamanhos menores no hall de entrada, fitas antiderrapantes na parte debaixo são uma boa solução para evitar acidentes.

(Via)

(Via)

Onde a circulação é maior, opte por tapetes de materiais mais resistentes como a poliamida, e não esqueça de invertê-los de tempos em tempos para que recebam uma incidência de luz e tráfego diferente.

(Via)

Por último, mantenha-os sempre limpinhos aspirando duas vezes por semana e usando sabão e detergente para limpar manchas. Dessa forma seu tapete estará sempre bonito, pronto para emoldurar diferentes ambientes do seu lar.

3 Comentários

  1. Pingback: Série acerte as medidas: sala de estar - Minha casa, Minha cara

  2. Ótimas dicas, são sempre bem vindas, para auxiliar nas escolhas que fazem toda a diferença em nossa casa, para torná-la mais aconchegante e agradável.

  3. Tenho um fofão em casa, na sala de TV, mas precisei tirar, porque meu cachorrinho o deixou fedido rs! Agora, só o colocarei de volta quando o clima esfriar, novamente, e depois de uma boa limpeza!
    Mas é incrível como é diferente olhar pra sala sem o tapete. Ele faz uma diferença imensa na sensação de aconchego do espaço. Muda completamente!