Minha casa, Minha cara

Em uma peça, filme ou novela, o ator coadjuvante é aquele que, apesar de interpretar um papel secundário, é indispensável para o bom funcionamento da trama. Ele pode aparecer menos, mas tem um papel essencial ao longo da história, pois dá suporte aos atores principais e maior consistência ao enredo. Na decoração, podemos considerar alguns móveis como peças coadjuvantes: não são o centro das atenções, mas desempenham um papel essencial na composição do ambiente. Como o criado-mudo:

No quarto, ele pode até não aparecer muito, mas é indispensável para montar o ambiente de forma completa. Além de ser bonito e charmoso ele é de grande utilidade: serve de apoio para livros e óculos de leitura, para remédios, abajures, jarrinha de água, relógio de pulso, despertador… Enfim, o que te parecer necessário.

(Criado mudo da Linha Frame da MMM! Acesse aqui para vê-lo no site.)

Além de montarem um conjunto perfeito com a cama, os criados-mudos deixam algumas coisas das quais precisamos ao alcance das nossas mãos. Quando têm gavetas, eles podem servir para guardar documentos, papéis ou até mesmo seus chinelos e pantufas.

Outro móvel que pode ser considerado como coadjuvante é o aparador:

(O cavalete Libro da MMM pode servir como aparador, escrivaninha ou criado-mudo. Lindo! Clique aqui para vê-lo na loja)

Versátil, ele fica perfeito quando usado na sala de jantar… Mas também pode ser bem utilizado na sala de estar, no hall de entrada ou até mesmo no quarto. Ele é um móvel capaz de colocar qualquer objeto em evidência, seja uma série de porta-retratos, um vaso de flor ou travessas sofisticadas.

Na sala de jantar, ele serve para amparar travessas e facilitar o acesso aos alimentos e bebidas. Na sala de estar, ele pode servir de apoio para acessórios decorativos como quadros, velas, vasos… Enfim, um coadjuvante que faz toda a diferença!

(Aparador da Linha Contemporânea, um verdadeiro charme! Encontre-o clicando aqui)

E você, qual móvel coadjuvante é indispensável na composição do seu ambiente?

6 Comentários

  1. Pingback: Criado-mudo: aliado da organização | Minha casa, minha cara